Sushi Vegetariano

O Lidl enviou-me um cabaz fantástico, do qual vou trazer mais uma receita.
O exótico está na moda! E o Lidl não quer ficar atrás. Assim sendo, regressam à loja Lidl os sabores asiáticos dos já tão conhecidos produtos Vitasia. Voltam a estar disponíveis artigos icónicos desta gastronomia onde se destacam os Crepes ao Estilo Chinês, os Pedaços de Fruta Panados, as Especiarias Asiáticas e a Massa Chow Mein.

Hoje foi a vez de explorar o Kit para Sushi e tenho que vos dizer que adorei.
Tudo muito bom, com um sabor fantástico e fresco.

É muito fácil, uma vez que a embalagem traz as instruções detalhadas de como preparar.

Ficará bem como entrada num jantar.

Coze-se o arroz em água fervente, bastando para isso colocar as 2 saquetas de arroz que traz a embalagem na água. 15 minutos e está pronto.
Escorre-se bem.
Abrem-se as saquetas com cuidado e coloca-se o arroz numa taça (se a taça for de madeira é o ideal).
Tempera-se com sal e rega-se com o vinagre de arroz. Eu mexi o arroz com os pauzinhos da embalagem. Deixei arrefecer completamente.

Preparei meio pepino e duas fatias finas de abacaxi, que cortei em tiras finas.

O Wasabi eu misturei com uma colher de sopa de queijo creme e reservei numa taça.
Também tinha uma tacinha com um pouco de água para humedecer as mãos, que ajuda para que o arroz não cole às mãos.
Abre-se a esteirinha em cima da cima e coloca-se uma folha de alga com  a parte brilhante para baixo.

Com um quarto do arroz cobre-se a folha de alga, deixando 2cm na parte superior, livres de arroz.
Com as mãos húmidas vai-se espalhando bem o arroz pela folha de alga.

Com as costas de uma colher, barrei o arroz com o pouco da mistura de wasabi. No topo onde se vai começar a enrolar coloquei o pepino e o abacaxi (fiz um de cada vez).

Com a ajuda da esteirinha e fazendo sempre uma ligeira pressão, vai-se enrolando e no fim cela-se a folha de água humedecendo com um pouco de água.

Com uma faca bem afiada cortam-se rolinhos não muito grossos. As pontas sobram sempre, mas eu comi -os na altura e molhei no resto dos molhos.

Mistura-se o molho de soja com o gengibre numa taça à parte.

Vale a pena experimentar!



Panna Cotta de Natas e Baunilha com Redução de Morangos... e Um desafio!




Sigam este link, leiam as regras e participem até ao dia 28 de Maio.

Desta vez fiz uma Panna Cotta, que só precisou de frio. No entanto estas são as melhores formas do mundo a frio ou a quente.

"Temos passado e somos presente!
Mais do que clientes temos gerações de amigos!
Amigos com quem caminhamos, crescemos, partilhamos problemas e alegrias. 
Parceiros com os quais celebramos sucessos e avanços de tecnologias!
Disponibilizamos o nosso saber e experiência com design, 
amostras e produtos específicos para testes, sem esquecer o nosso
parecer amigo, gratuito e colaborante.
No produto industrial ou no doméstico temos sempre uma solução à medida!
Na indústria de pastelaria e panificação ou na casa de cada um de nós, 
estamos presentes nas formas que fazem o bolo ou o pão para a tua mesa.
“Não há festa sem bolo!” e “Não há mesa sem pão”!

Bem-vindo à nossa casa!" | http://www.ametalurgica.pt/


Ingredientes
1l de natas
200g de açúcar
1 colher de sopa de essência de baunilha
8 folhas de gelatina incolor

500g de morangos
Sumo de um limão
2 colheres de sopa de açúcar

Preparação
Coloque as folhas de gelatina dentro de água fria durante três minutos. Leve ao lume as natas, o açúcar e a essência de baunilha.

Mexa para que o açúcar se dissolva sem deixar ferver. Escorra as folhas de gelatina e adicione às natas.

Retire o tacho do lume e mexa para que a gelatina se dissolva. Arranje uma forma para pudim e passe por água fria. Verta a panna cotta para dentro da forma e leve ao frio pelo menos cinco horas.

O ideal é fazer a receita no dia anterior. Leve os morangos, com o sumo do limão e o açúcar ao lume e deixe reduzir. Reserve e cubra a panna cotta na hora de servir com esta redução.

Bom apetite!

Bolo de Cerejas

É ótimo pudermos utilizar a fruta da época. Estas cerejas grandes, carnudas, suculentas e doces deram o mote para um bolo de Domingo.

Sejam felizes e conversem muito.... pois "as conversas são como as cerejas"!



Ingredientes
8 ovos
300g de açúcar
1 Pitada de sal
150g de margarina derretida
1 Iogurte grego
250g de farinha de trigo
2 Colheres de sopa de farinha espelta
1 Colher de sobremesa de fermento em pó
Raspa de 1 limão
400g de cerejas
Preparação
Retire os caroços às cerejas e reserve algumas inteiras para o topo do bolo.
Ligue o forno a 180º.
Separar as claras das gemas. Reservar as gemas.
Bater as claras com a pitada de sal e o açúcar até ficaram volumosas e brilhantes.
Adicionar as gemas uma a uma e bater entre cada adição.
Juntar o iogurte e bater e de seguida acrescenta-se a margarina.
Misturam-se as farinhas com o fermento e peneira-se para o preparado anterior, envolvendo delicadamente com uma espátula.
No fim adicione a raspa do limão e envolva.
Leve ao forno e ao fim de 25 minutos de cozedura coloque algumas cerejas inteiras no topo do bolo.
Deixe terminar a cozedura mais 15 minutos sensivelmente. Faça o teste com o palito ou um fósforo. Se sairem secos as massa está cozida.
Espere 5 minutos antes de desenformar. Esta massa fica muito fofa.
Deixe arrefecer e prove!


Bom apetite :)

Tacinhas de Morangos com Ganache de Baunilha


Nata Para Bater com Sabor a Baunilha Parmalat 200ml

A Nata com sabor a Baunilha Parmalat é a primeira Nata para Bater com sabor, a ser lançada no mercado!



Uma receita simples, fresca e deliciosa que todos vão adorar.

1º Fiz um ganache com 200ml de Nata com Sabor a Baunilha e 200g de chocolate de culinária

* Aqueci as natas (sem ferver). Retirei do lume e juntei o chocolate em pedaços. Mexi até que a mistura ficasse homogénea. Reservei
* Lavei os morangos, retirei o pé e cortei em pedaços
* Bati 200ml de natas sabor a baunilha com 1 colher de sopa rasa de açúcar

Depois montei copinhos de vidro com ganache, morangos natas e terminei com mais ganache de chocolate.

Reservei no frio até servir.

Podem intercalar com pedacinhos de bolo caseiro, caso tenham à mão e com um creme pasteleiro feito com leite de coco. Hummmm


Pão Caseiro


Ingredientes
1 pitada de sal
500g de farinha de trigo
300ml de água morna
20g de fermento fresco
4 colheres de sopa de azeite

Preparação
Coloca-se a farinha num alguidar, desfaz-se o fermento na água e junta-se à farinha, bem como o azeite. Amassa-se muito bem. Deixa-se a levedar já no tabuleiro enfarinhado para depois levar ao forno, tapado, até que a massa dobre o volume. Pincelar o pão com azeite, polvilhar com farinha. Liga-se o forno a 200º e depois de estar quente, coloca-se o pão no forno e deixasse cozer até ganhar cor.

Sabe tão bem!

Quindins

Alerta: isto pode tornar-se altamente viciante!!!

Ingredientes
250g de Açúcar
125g de Coco ralado
10 Gemas
80g de Manteiga derretida


Preparação
Aquecer o forno a 180º
Misturar o açúcar com o coco.
Adicionar uma gema de cada vez e mexer entre cada adição.
No fim juntar a manteiga derretida e mexer muito bem.
Preparar um tabuleiro raso de água
Untar forminhas pequenas generosamente com manteiga e polvilhadas com açúcar.
Encha a forma com o preparado, com a ajuda de uma colher de chá.
Coloque as formas no tabuleiro, tape com papel vegetal e leve ao forno durante 45 a 50 minutos.
Retire quando começarem a ficar douradinhos por cima.
Desenforme de imediato os quindins e disponha-os num prato!
Mornos ou frios são deliciosos!

Crumble de Maçãs e Morangos

A reunião familiar de Domingo traz sempre, ou quase sempre, uma sobremesa.
Desta vez escolhi um Crumble, para aproveitar Morangos que há um tempo atrás congelei.

Acompanhei este crumble com natas, mas fica delicioso com gelado.
Convém que no minímo o crumble esteja morno quando for servido para contrastar com o acompanhamento fresco.

Ingredientes
500g de morangos
2 Maçãs reinetas grandes
2 colheres de sopa de açúcar amarelo
1 colher de chá de essência de baunilha
1 colher de chá de essência de amêndoa
(aqui pode substituir as essências por Vinho do Porto e Canela) é uma óptima alternativa, mas um dos membros do clã não gosta de canela!

150g de manteiga fria em pedaços
150 de farinha de trigo com fermento
150g de farinha de amêndoa
150g de açúcar amarelo (também pode usar açúcar mascavado)

Preparação
Deixei descongelar um pouco os morangos (não totalmente),
Ligue o forno a 200º
Descasquei as maçãs e cortei em pedacinhos
Misturei os morangos, os pedaços de maçã, as essências de baunilha e amêndoa e as duas colheres de sopa de açúcar. Coloquei no fundo de um pirex e reservei.

Numa taça coloquei os ingredientes para o crumble e fui misturando com as pontas dos dedos até obter uma massa areada e solta.
(pode usar um robot de cozinha para o efeito e deste modo bastam segundos para que a«o crumble fique pronto).

Coloque este último preparado por cima da fruta.

Leve ao forno até que o crumble esteja douradinho e por baixo as frutas cozidas.

Bom apetite!

Pão no Pirex



Ingredientes
175g de água
20g de fermento fresco
20g de azeite
300g de farinha tipo 65
Sal q.b.
Azeite e farinha para untar
Um pirex de vidro com tampa

Preparação
No azeite e água mornos dissolva o fermento. Junte a farinha e o sal. Amasse bem até que a massa se despegue das mãos.
Unte o pirex e a tampa com azeite e polvilhe com farinha.
Dê à massa a forma de bola, coloque dentro do pirex e pincele com azeite e polvilhe com farinha.
Faça dois cortes em forma de Cruz no topo e tape o pirex com a tampa.
Leve ao forno ainda frio
Ligue a 200° e deixe cozer até que o pão esteja dourado.
Deixe arrefecer em cima de uma grelha.
Bom apetite!

Cheesecake de Morangos


Dei por mim a olhar para este cheesecake de morango que preparei para sobremesa do Dia da Mãe!
Estava tão bom e nem sequer tinha tido tempo de tirar umas fotos para fazer uma publicação decente. É mesmo um sentimento frustrante e quem tem blogues percebe o que quero dizer...

A minha família decidiu brincar como o corante vermelho que usei para escrever a palavra Mãe no topo e começaram a fazer desenhos abstratos nos pratos. Umas verdadeiras obras de arte, diga-se de passagem!

Não resisti e imortalizei este momento em imagem que certamente dá alguma originalidade à apresentação e onde podem verificar o que sobrou. Ah! Ao jantar foi o resto :)

Sim, já sei, querem a receita! Aqui está ela.

Ingredientes
500g de morangos
1 colher de sopa cheia de açúcar
Sumo de meio limão pequeno
1 pacote de bolacha tipo oreo (comprei umas do tipo Oreo com recheio de morango)
1/2 Pacote de bolacha maria
125g de manteiga sem sal
10 Folhas de gelatina incolor
2 Pacotes de 200ml de natas Parmalat para bater
2 embalagens de queijo fresco para barrar (usei de marca branca)
1 Lata de leite condensado
1 Colher de sopa de açúcar em pó

Para a cobertura
200ml de natas para bater Parmalat
1 Colher de sopa de açúcar em pó
Sumo de meio limão
Corante rosa

Preparação
Antes de fazer o cheesecake, comecei por levar os morangos ao lume com o açúcar e o sumo do limão e deixei ferver cerca de 15 minutos. Triturei com a varinha mágica para reduzir a puré e passei para um prato fundo para que arrefecesse mais depressa.
Coloquei as folhas de gelatina numa taça com água fria para hidratarem.
Triturei as bolachas todas juntas. Juntei a manteiga derretida e misturei até formar uma massa.
Forrei o fundo de uma tarteira com o fundo amovível com a bolacha e calquei com a ajuda das costas de uma colher. Reservei no frio.
Numa taça coloquei as natas, o queijo creme, o leite condensado e o açúcar. Bati tudo muito bem com a batedeira. Depois juntei o puré dos morangos (já frio) e voltei a bater tudo muito bem.
Escorri as folhas de gelatina da água e levei-as ao microondas alguns segundos para derreterem.
Adicionei ao preparado anterior sem parar de bater.
Verti este preparado para dentro da forma, tapei com papel de alumínio e voltei a guardar no frio até ao dia seguinte.

Depois de desenformar o cheesecake, coloquei-o no prato onde o iria servir.
Bati as natas com o açúcar até ficarem firmes e só depois juntei o sumo do limão (para ficarem mais consistentes). No fim adicionei duas gotas de corante rosa.

Guardei no frio até à hora de servir!

Bom apetite :)

Pavlova de Morangos e Framboesas

Há várias edições (para não dizer muitas) que não participo no evento mensal "Dia Um na Cozinha". Por vezes as vida segue outros caminhos, outras aventuras e não conseguimos tempo para tudo aquilo que queremos fazer e gostamos.

Não sei se irei conseguir participar assiduamente, mas certamente, sempre que me seja possível, irei tentar.

Tenho acompanhado, dentro das possibilidades, alguns temas e quando vi este senti um click! Tem que ser agora!

E aqui está ela. De uma forma muito tradicional, sem grandes invenções e rodeios. Natas, morangos e framboesas fazem a festa neste dia especial. Ideal para festejar este feriado de 1 de Maio, Dia do Trabalhor e Dia da Mãe!

Um beijinho a todas as Mães do mundo! Que tenham um dia feliz!


A Pavlova foi uma receita criada por um Chef Australiano, que idealizou esta sobremesa leve e delicada, inspirado e após ter assistido a um bailado com a bailarina Russa Anna Pavlova.

Ingredientes
4 claras (pese) (as minhas pesaram 120g)
O dobro do peso das claras em açúcar (usei 240g)
1 Colher de chá de maisena
1 Colher de chá de vinagre de vinho branco
Algumas gotas de essência de baunilha

Cobertura
Morangos e Framboesas
200ml de Natas
2 Colheres de sopa de açúcar em pó
Sumo de meio limão
Açúcar em pó q.b. para polvilhar

Preparação
Ligue o forno a 150º
Começe a bater as claras. Conforme as claras forem ficando brancas, vá adicionando o açúcar em partes. Deixe bater bem até que as claras forme picos e estejam brilhantes. Adicione a essência de baunilha, o vinagre e a maisena e bata mais 10 minutos. A massa deve ficar espessa, brilhante e formar bicos consistentes.
Coloque uma folha de papel vegetal no fundo do tabuleiro do forno.
Coloque as claras no centro e com a ajuda da espátula dê-lhe uma forma redonda com uma concavidade a meio.
Leve ao forno entreaberto, prendendo a porta do forno com uma colher de pau, durante 1 hora.
Desligue o forno e deixe assim a arrefecer completamente.
Quando estiver fria, retire, com cuidado, para o prato onde vai servir.
Bata as natas com o açúcar em pó. Quando as natas estiverem espessas adicione o sumo do limão e bata mais um pouco.
Lave os frutos e seque-os com papel de cozinha. Pode cortar o morangos em pedaços ou deixá-los inteiros.
Verta as natas na concavidade da Pavlova e decore com os frutos vermelhos.
Polvilhe com açúcar e sirva de imediato.



De textura crocante por fora e macia por dentro, é uma verdadeira tentação e certamente a rainha de quaquer mesa.
Pin It button on image hover